top of page
Buscar
  • Foto do escritorAlysson Camargo

A fotografia escultura de Anna Menezes


Será que atualmente é importante saber o que é uma fotografia e o que é uma escultura? Os trabalhos de Anna Menezes propõe essa reflexão. A série “rastros edificados”, da artista, subverte a lógica do movimento do olhar. Tijolos são associados a coisas fixas, como a construção de casas, prédios e edifícios, enquanto as imagens que Anna Menezes escolheu para serem impressas sobre os tijolos são de meninos que correm e brincam na praia, ou seja, estão em movimento.


A artista coloca várias questões interessantes nessa série, desde a escolha dos suportes, das imagens, o tipo de impressão, o formato dos tijolos até a posição pela qual nós observamos o seu trabalho. É um exercício de olhar para além das categorias tradicionais.


A arte moderna rompeu com muitos dos parâmetros tradicionais ligados à arte do belo, do perfeito e do ideal. A fotografia seguiu o mesmo caminho em seus processos artísticos relacionados às misturas, aos suportes e às práticas artísticas.


Os historiadores da arte criaram as categorias como uma forma de facilitar a compreensão das experiências dos artistas em pintura, desenho, escultura e fotografia. Entretanto, essas categorias já estavam fadadas ao fracasso no início da segunda metade do século XX, quando os processos artísticos já se misturavam de tal forma que não era mais possível identificar a linguagem protagonista.


Porém, é justamente pelo movimento de pressão sobre essas categorias que novas percepções são criadas e a fronteira do conhecimento avança. Nas artes, todos os movimentos de ruptura, subversão e questionamento tiveram como consequência novas abordagens, como o caso de Anna Menezes.



1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page